abril 20 2022 0Comment
Segurança condominia intensifique os cuidados

Segurança Condominial: como intensificar os cuidados em seu condomínio

Com o aumento dos casos de violência nas grandes cidades, cresce também a insegurança de pessoas que vivem em condomínios.

Desse modo, ações violentas recentes em condomínios residenciais, infelizmente, se tornaram comuns. Assim, a responsabilidade deles é reforçar a segurança para que os moradores fiquem mais seguros.

Dessa forma, a Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios (AABIC), emitiu um alerta que reforça que a retomada de atividades presenciais. Nesse sentido, distrações dos moradores são fatores contribuintes para maior vulnerabilidade dos condomínios em ações criminosas.

De acordo com o presidente da AABICA, em matéria ao O Regional:

“Isso é especialmente importante diante da retomada das atividades presenciais após o período mais crítico da pandemia. Afinal, condomínios mais vazios podem ficar mais vulneráveis, atraindo a cobiça dos criminosos”.

Portanto, é fundamental que a segurança condominial seja reforçada.

Mas síndico, você sabe como?

Como intensificar a segurança condominial?

Sistemas de segurança

Câmeras e outros sistemas de segurança já não são alternativas optativas aos condomínios, mas itens obrigatórios, acima de tudo.

Em nosso blog de Soluções de Segurança, a Zangari listou as principais que seu condomínio deve ter e o porquê. 

Sendo elas:

1. Câmeras de Segurança

2. Cercas Elétricas

3. Alarmes

4. Fechaduras Eletromagnéticas

Leia na íntegra o texto para saber detalhadamente sobre cada ítem.

Identificação

O golpe mais recente e que afeta a segurança condominial são os que golpistas se passam por prestadores de serviço e conseguem bloquear o sistema de acesso do prédio por não haver uma identificação prévia.

Sendo assim, registrar, comunicar e identificar todos os visitantes é dever do condomínio que previne situações alarmantes.

Atenção: o controle de acesso de visitantes e profissionais sempre deve ser registrado e anunciado previamente ao morador, pois só assim você saberá quem está entrando e saindo das dependências.

Monitoramento

Se engana aquele que pensa que a segurança condominial só deve ser do portão para dentro. Não mesmo!

A maioria dos casos de violência urbana acontecem com pessoas que estão ao redor vigiando moradores, funcionários e equipamentos de valor para tirar vantagem de momentos de distração.

Ou seja, uma equipe e ferramentas de monitoramento podem levar mais segurança aos condomínios. Que tal propor isso a eles?

Conscientizar

Os esforços de síndicos, vigilantes, porteiros , podem ser extremos, mas se não houver a colaboração dos moradores não surtirá muito efeito.

Portanto, conscientize o máximo possível os moradores com dicas de segurança, e reforce o quanto a atitude dele pode beneficiar outros moradores também.

Sendo assim, algumas práticas seguras que você pode informar a eles;

  • Mantenha os funcionários avisados sobre eventuais visitas de prestadores de serviços;
  • Nunca deixar as portas de acesso aos apartamentos destrancadas;
  • Siga as normas de segurança estabelecidas em regime interno;
  • Não deixar chaves ou cartões de acesso em locais que podem facilmente ser descobertos.
  • Ao perceber movimentação suspeita aos arredores, comunique um responsável de segurança.

Invista em segurança

Por fim, investir em segurança reforça os cuidados com a segurança condominial. Apresente em assembleia propostas que garantem maior tranquilidade aos moradores.

Dessa forma, algumas soluções como segurança colaborativa, monitoramento e vigilância podem alternativas para apostar.

Apostar em um administradora de condomínio também é uma maneira de investir na segurança do condomínio. 
Quer saber mais conteúdo sobre a  Zangari e o mundo condominial? Acesse nossa área de blogs.

zangari

Mais do que administrar seu patrimônio. Cuidamos do seu bem estar.

Write a Reply or Comment