maio 12 2022 0Comment
gráfico caindo - reduzir inadimplência

5 dicas para reduzir a inadimplência nos condomínios

A inadimplência nos condomínios é um dos principais problemas enfrentados recentemente e que dá dor de cabeça, não só para quem cobra, mas também para outros moradores.

Sabe por quê?

Com a falta de pagamento de alguns moradores, o orçamento do condomínio é afetado também. Consequentemente, isso implica no aumento de gastos com despesas nos condomínios.

A EMPRESTA Capital fez um blog em que a inadimplência nos condomínios é um dos fatores que afeta a saúde financeira

No blog, eles dizem o seguinte sobre esse tópico:

“… O síndico precisa ter um controle muito rigoroso de quem arca ou não com os compromissos do condomínio. Assim, fica mais fácil manter a saúde financeira em dia, não comprometendo o orçamento da gestão. Seja flexível, mas cobre os débitos o quanto antes.”

E afetar o caixa é tudo o que não queremos, certo?

Em que a inadimplência nos condomínios impacta?

A cota condominial é destinada a manutenção da estrutura predial, ao não pagar a contribuição mensal o morador afeta os seguintes gastos:

Despesas ordinárias – gastos frequentes, mensais e ordem prioritária.

  • Salários e encargos trabalhistas;
  • Contas de água, luz, gás e IPTU;
  • Manutenção de equipamentos;
  • Conservação e pequenos reparos das áreas comuns;
  • Gastos com limpeza;
  • Investimentos em itens de segurança;
  • Honorários da administradora e do síndico.

Despesas extraordinárias – gastos pontuais e esporádicos.

  • Pinturas de fachada;
  • Paisagismo;
  • Troca de pisos, equipamentos;
  • Reformas e obras de melhorias.

Sendo assim, com a inadimplência, quem mantém as contas em dia é afetado por quem não paga.

Desse modo, além de afetar financeiramente, impactará também no clima entre os moradores.

Eles se sentirão insatisfeitos com o aumento da cobrança. E aí?

5 dicas para reduzir a inadimplência nos condomínios

Primeiramente, antes de iniciarmos as 5 dicas, é importante mencionar que quem fará a cobrança nunca deve constranger o inquilino e nem impedi-lo de acessar áreas comuns.

Dito isso, agora sim, vamos começar!

1 – Seja incisivo na cobrança. 

Sobretudo, se a cobrança for firme e frequente as chances da inadimplência diminuem drasticamente.

Elabore um checklist mensal que te guiará a fazer a cobrança de forma incisiva todos os meses. 

Deste modo:

  • Garantir que todos tenham recebido a cobrança;
  • Enviar mensagens lembrando do prazo do vencimento;
  • Comunicar a importância de pagar a taxa em dia;
  • Após o prazo, verificar quem não pagou;
  • Faça a cobrança até a dívida ser paga.

Fazendo isso, a cobrança ficará mais ágil para você ao mesmo tempo que se torna firme ao morador.

2 – Relembre das obrigações e multas contratuais.

Portanto, lembre que estão no contrato firmado as obrigações financeiras que eles devem ter. Lembre também das multas estipuladas caso o pagamento não aconteça.

Além disso, o condomínio tem amparo legal estabelecido por lei, no Art. 1336 do Código Civil.

Multa de 2% e juros de até 1% ao mês correspondentes às taxas em atraso (ou conforme  previsto em convenção).

3 – Notifique ambas as partes

Muitas vezes quem mora no local da cobrança não é o proprietário. Por isso, é importante notificar os dois lados para que o dono possa fazer uma dupla cobrança, juntamente com o síndico

Assim, o proprietário estará a par das questões financeiras pendentes que estão em nome do imóvel e poderá cobrar o inquilino também.

4 – Negocie

Entenda o momento que o condômino está passando. Sendo assim, ofereça soluções que podem beneficiar as duas partes. 

Nem sempre as cobranças precisam ir para o caminho judicial.

5 – Previna-se

Como já mencionamos em Como reduzir custos nos condomínios, a palavra-chave é PREVENÇÃO.

Combater a inadimplência é um trabalho diário. Dito isso, demanda de um bom planejamento para garantir que, caso aconteça, seu condomínio esteja preparado. 

A Zangari administra condomínios pensando sempre nas finanças e em garantir que a inadimplência não seja um problema.

Quer saber como podemos agregar mais valor para seu condomínio? Entre em nosso site e conheça os demais blogs sobre a vida condominial

CONHEÇA NOSSO BLOG

leonardo

Depto. de Comunicação - Grupo Zangari

Write a Reply or Comment