fevereiro 18 2019 0Comentários
Seguro fiança ou título de capitalização?

Seguro Fiança ou Título de Capitalização?

Sabemos que alugar um imóvel demanda tempo e cuidado. O processo começa com a busca pelo imóvel desejado, aliando gostos e necessidades pessoais com os valores que cabem no bolso do inquilino.

Mas existe outra questão importante, que deve ser tratada o quanto antes: a escolha da garantia locatícia. Por muito tempo tem sido comum a utilização de fiadores, mas nem todo mundo dispõe dessa possibilidade, pois, além de se tratar de um favor, normalmente é necessário que o fiador seja proprietário de um imóvel na mesma cidade da locação pretendida.

Recentemente outras modalidades vem ganhando cada vez mais espaço, como é o caso do seguro fiança e do título de capitalização. Criamos este post para ajudar você a entender melhor estas opções.

Seguro fiança

O seguro fiança é um seguro que o inquilino contrata e que garante que o proprietário do imóvel receba os valores do aluguel e encargos da locação no caso de inadimplência por parte do locatário ou, ainda, dispõe de coberturas adicionais, para o ressarcimento de outras infrações contratuais (rescisão antecipada do contrato de locação, pintura do imóvel, etc.). Como qualquer tipo de seguro, quem faz a contratação (o inquilino) não tem direito de receber de volta os valores pagos para a seguradora, mesmo que tenha realizado todos os pagamentos devidos ao proprietário do imóvel. Como analogia, lembre-se do seu plano de saúde. Você paga um determinado valor, mas, ao final do período de vigência do seguro, não o recebe de volta ainda que não o tenha utilizado.

Título de capitalização

Nesta modalidade, o inquilino faz um título de capitalização com um valor previamente acordado com o proprietário, que será utilizado caso ocorram inadimplências e infrações contratuais. A diferença é que, terminado o contrato de locação sem que o inquilino deva nenhum pagamento, este poderá receber de volta o montante que pagou para ter esta garantia locatícia acrescido de uma pequena correção monetária (normalmente o índice utilizado é a TR – Taxa Referencial). É importante que o inquilino entenda que o título é na verdade uma garantia e não um investimento.

Qual escolher?

Na maioria dos casos, o título de capitalização é a melhor opção para quem tem condições para investir um valor mais alto de uma vez só (por exemplo, equivalente a 10 meses de aluguel) pelo tempo que durar o contrato de locação. Lembre-se que caso não ocorram inadimplências ou infrações contratuais, e o contrato seja integralmente cumprido, você receberá o valor total do título de volta.

Já o seguro fiança é melhor para quem não tem o valor necessário para fazer um título de capitalização. Seu custo é em média equivalente a 1 mês de aluguel (para locações residenciais), e o inquilino não precisará pedir favores para amigos ou familiares para alugar seu imóvel.

Caso queria saber mais, entre em contato com a ZANGARI, e teremos prazer em lhe explicar detalhadamente estas e outras modalidades de garantias, auxiliando-o a tomar a melhor decisão.

Fonte: ZANGARI

zangari

Mais do que administrar seu patrimônio. Cuidamos do seu bem estar.

Escreva um Comentário